Biópsia de Próstata

Câncer de próstata.jpg

A biópsia de próstata é o exame definitivo para o diagnóstico do câncer de próstata. Após avaliação do urologista pelo PSA, toque retal e muitas vezes pela ressonância magnética ocorre uma suspeita da doença que deve ser confirmada ou afastada com a biópsia.

Na maioria dos centros esse exame é realizado guiado por ultrassom transretal e sob anestesia para conforto do paciente. Como qualquer procedimento apresenta riscos, sendo os principais de infecção urinária e prostatite. Esses são bastante reduzidos com uso de antibiótico profilático. Existe também risco de sangramento pós punção, que é mais importante em paciente que fazem uso de anticoagulantes ou antiagregantes plaquetários, como também em portadores de doenças que afetam a coagulação sanguínea.

 

Um grande avanço na realização deste exame é o uso da ressonância magnética para identificar áreas suspeitas para câncer na próstata, seguida por uma biópsia dirigida, realizada com a fusão dessas imágens da ressonância ao ultrassom aumentando a acurácia do procedimento.

rm-multiparametrica-1.jpg

A RNM mostra uma área muito sugestiva da presença de câncer.

Bx PTT.jpg

Com ultrassom transretal fazemos a biópsia dirigida dessa área.