Vasectomia

A vasectomia hoje é um dos procedimentos mais realizados para planejamento familiar, devido ao seu baixo custo e segurança. E com a elevação do custo de vida e crescimento populacional vem sendo incentivada e desmistificada.

Para realizar o procedimento o paciente necessita ter prole constituída, gozar de plenas faculdades mentais e a parceira deve também estar de acordo e dar sua anência em termo que é fornecido pelo médico que realizará o procedimento, com quem o paciente também deve tirar todas as suas dividas à exaustão.

Particularidades importantes desse procedimento é o caráter definitivo, ou seja, o paciente necessita ter certeza que realmente quer fazer o procedimento, pois apesar de existir a reversão de vasectomia que eplicamos em outro tópico, nunca pode ser dada garantia que a reversão de vasectomia será exitosa pois além da técnica cirúrgica, o processo inflamatório local, a cicatrização e os cuidados pós cirúrgicos podem interferir muito no resultado gerando a falha desse tipo de procedimento.

Apesar do baixíssimo risco da vasectomia, a mesma pode ter complicações como infecção, hematoma e dor crônica, que apesar de serem eventos muito ratos, o paciente necessita ser informado sobre a possibilidade desses eventos ocorrerem.

Como visto na ilustração acima, a vasectomia consiste na ligadura do ducto deferente, que é por onde passam os espermatozoides, por isso esse procedimento não interfere na libido, nos níveis de testosterona, no desejo sexual ou na ereção do paciente.

Atualmente este procedimento é realizado sob anestesia, que pode ser local ou local com sedação, para dar mais conforto ao paciente, sendo o paciente liberado no mesmo dia da realização e com tempo médio de recuperação de sete dias.

Hospital São Matheus

Feira de Santana - Bahia

(75)3616-8888

Hospital Incar

Santo Antonio de Jesus - Bahia

(75)3311-6652